Ocorreu um erro neste gadget

terça-feira, 16 de março de 2010

Dúvida Cruel...

"Pesquisas revelam que mais de 60% dos alunos do Encino Médio, não sabem ou tem uma grande dificuldade para encontrar o curso de graduação que deseja."
Essa foi uma das partes que chamou a minha atenção em uma revista que estava lendo por ai, porque a vida inteira eu escutei inumeras pessoas falarem, que depois de um certo tempo de vida a sua verdadeira vocação iria aparecer...
Mas agora eu me pergunto, como assim ela aparece? é tipo uma mágica?! Concerteza não.
E é por isso que eu tive a ideia de fazer este post.

Eu particularmente, nunca tive aquela fase, de quando se é criança e adora brincar de 'profissões', mas vejo o quanto isso me faz falta agora. Faltando apenas dois anos para a minha formatura do Encino Médio a tensão aumenta, pelo simples fato de todos os seus familiares e amigos precionarem você. Sabe como é, um belo dia você esta sentada em sua sala e chega uma tia para fazer comentarios sobre você na frente de seus pais, coisas do tipo - AAH menina agora você ja é bem grandinha, tem que decidir logo que profissão vai seguir, aposto que vai ser médica! vai dar orgulho para o pai e a mãe...
Poxa! eu entendo que família é super importante, mas tem horas que a vontade de sumir do mundo se impõe acima de tudo. Enfim. Outro fato bem relevante é a velha historia dos amigos que começam a conversar sobre o assunto e você fica totalmente desorientada, porque talvez, mas só talvez eles pudessem entender o quanto é dificil passar por essa fase cruel da vida.
Mas o que realmente me incomoda é o fato de que certas profissões são taxadas como 'as melhores'. Por exemplo, eu quero muito fazer faculdade de moda. Mas ai vocês devem parar para pensar: - Como assim? ela não tinha dito que não tinha vocação pra nada?!. Pois então, a coisa não é tão simples assim. Eu amo moda, sei mutio bem lidar com ela. Mas meus pais nunca entenderiam isso. Por mais que eu saiba que a vida é feita de escolhas, e quem deve executa-las somos nós, a coisa se complica a cada dia. Porém eu tenho outra coisa que gosto de fazer, que é lidar com Biologia! (nada a ver uma coisa com a outra). Então posso optar por fazer Biomedicina, porém não é o que eu realmente gosto de fazer. Mas é pelo 'orgulho' de papai e mamãe que eu sacrificaria toda a minha vida para fazer uma coisa que não gosto? claaro que NÃO!

Então é isso, uma dúvida cruel. Onde a escolha só depende de mim. Ou seja essa opção vai dar rumo a essa vidinha x.x

beijos&queijos