Ocorreu um erro neste gadget

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Filhos de pais separados


Essa realidade é inevitável no mundo em que vivemos hoje. Se alguns anos atrás, casais anunciassem que seu matrimônio chegava ao fim, à sociedade se impunha de maneira impiedosa, tratando o assunto como um verdadeiro desrespeito.
Com o passar das décadas, essa questão tornou-se banal. No entanto, os casamentos que duraram muitos anos, trazem filhos como herança, e, assim é preciso decidir com quem afinal ficará a ou as crianças. Brigas são traçadas em tribunais, mães e pais atordoados por tantas discussões deixam de lado o motivo pelo qual estão disputando, os filhos. Esses são os seres que mais sofrem com toda a situação, pois muitas vezes são pequenos de mais para compreender tal abalo em suas vidas, e adolescentes ficam desorientamos, porque por mais que já tenham domínio do assunto, chegam a conclusão que o motivo pelo qual os pais estão a se separar são justamente eles.
Portanto, escutar ambos os lados sempre é a melhor saída, não existem ex-filhos e muito menos ex-pais e mães. Mas tem que se esclarecerem essas questões aos pequenos, respeitar as opiniões. E acima de tudo deve haver paciência para que filhos entendam. Ceder um pouco auxilia também, pois havendo respeito, tudo ocorre mais facilmente. Afinal pais separam-se por questões conjugais, e jamais deixam de amar seus filhos.



Beijos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário